Fotos recolhidas da net

Play Rádio saudade

Estela 01
Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Transmitindo em  
De Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Hoje ,   Horário de Brasília:
Música atual:

Estela Almagro, Vicê-Prefeira de Bauru, canditada à Deputada Estadual
Nunca na história de Bauru, um vice trabalhou tanto pela nossa cidade como essa menina
Administra com mestria o Projeto "Minha Casa, Minha Vida".

Estela 01

Seguidores

domingo, 14 de setembro de 2014

Programa Saudade Sertaneja nº 10

Coadaor Caipira

Imagem recolhida da net

  1. Recordações (Mário Zan e Palmeira) Duo Irmãos Vieira (1955)

  2. Mulher Ciumenta (Palmeira e Nonô Basílio) Duo Guanabara, Zé do Rancho e Lelé 1959

  3. Não é Tarde Para Ser Feliz (José dos Santos ''Sauro'') Joseval e Josiene, Vol.01

  4. Medo do Beijo (Zé do Rancho) Zé do Rancho e Mariazinha 1962

  5. Poeira (Luiz Bonon e Serafim Colombo Gomes) Duo Glacial (1967)

  6. O Matuto (Eduardinho) Joseval e Josiene, Vol.02

  7. Mineiro de Monte Belo (Serrinha e Lourival dos Santos) Serrinha e Zé do Rancho (1959)

  8. Lenço Perdido (Doutor Alves Lima) Duo Glacial (1969)

  9. Abra a Porta Mariquinha (Zé Batuta, Quintino Elizeu e Zé do Rancho) Zé do Rancho e Mariazinha (1969)

  10. Perto do Coração (Raul Torres e João Pacífico) Duo Glacial (1970)

  11. Manhã Ensolarada (José dos Santos e Orlando Matins) Joseval e Josiene, Vol.03

  12. Abismo (Nenete e Mariazinha) Zé do Rancho e Mariazinha (1969)

  13. Cabocla Tereza (Raul Torres e João Pacífico) Duo Glacial (1970)

  14. Menino do Cesto (Eduardinho) Joseval e Josiene, Vol.03

  15. Manhã Do Nosso Adeus (Zé Do Rancho-Pirassununga) Zé do Ranhco e Mariazinha (1969)

  16. Estória de Um Prego (João Pacífico) Duo Glacial (1970)

  17. Rosas de Carne (José Fortuna e Vieirinha) Joseval e Josiene, Vol.04

  18. Meu Vizinho Sabiá (João Pacífico e Riciéri Faccioli) Zé do Rancho e Mariazinha (1969)

  19. Velhas Cartas de Amor (Luiz de Castro) Miguel e Mariazinha (1976) Duo Glacial

  20. Eterna Lembrança (José dos Santos e Francisco Guidelli) Joseval e Josiene, Vol.05

  21. Quatro Estados (Zé Do Rancho-Zé Russo) Zé do Ranhco e Mariazinha (1969)

  22. Velhos Amantes (Carlos Cézar e José Fortuna) Miguel e Mariazinha (1976) Duo Glacial

  23. Destino de Caboclo (Flor da Serra) Joseval e Josiene, Vol.06

  24. Pai e Filha (Zé do Rancho e Mariazinha) Zé do Rancho e Mariazinha (1971)

  25. Imperio Boiadeiro (José Béttio e Wilson Roncatti) Duo Glacial

  26. Se Ela Voltar ''Tirana'' (Sulino, Teddy Vieira e Piraci) Joseval e Josiene, Vol.06

  27. Meu Sítio, Meu Paraíso (Zé do Rancho) Zé do Rancho e Zé do Pinho (1977)

  28. O Último dos Carreiros (José Béttio e Wilson Roncatti) Duo Glacial

  29. Obrigado Platéia (José dos Santos e Lorito) Joseval e Josiene, Vol.06

DOWNLOAD

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Editada para execução em emissoras de rádio

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 01

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 02

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 03

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 04

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 05

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 06

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 07

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 08

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 09

Saudade Sertaneja 10 (24.05.2014) Tião Camargo, Bloco 10

DOWNLOAD

Para execução em emissoras de rádio é preciso autorização da produção do programa

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Morre Manoelito Nunes

Manuelito nunes

Manoelito Nunes – Manoel Adão Nunes da Silva, nasceu em Osório/RS em 18/08/1943

Falecimento: 12/09/2014 em Piracicaba/SP

Como cantor, iniciou a carreira em Porto Alegre, em 1964, cantando em rádios.  Como compositor, teve suas primeiras músicas gravadas em 1977, "Divórcio", "Flor de aquidauana" e "Amor de brinquedo”, pela dupla sertaneja Valderi e Mizael, no LP "Divórcio”.  Nesse mesmo ano, gravou seu primeiro disco, com o trio sertanejo "Os Veracruzanos".  Com o trio, formado por ele, Morandi e Marazul, gravou em 1978 mais um disco, “Chalé de madeira”, com as músicas “Chalé de madeira”, de Leonardo, “Humilhação”, de Morandi e Joaquim M. Borges, “Serenata”, dele próprio, “Querida amante”, de Morandi, “Cruz do meu rosário”, de Dino Franco, “Se fosse fácil”, uma versão de Lara e Morandi para a música “Se me hizo fácil”, de Augustin, “Estou ficando velho”, de Sulino, “O hino do nosso amor”, uma versão dele próprio para a música “Rio de los pajaros”, de Anibal Sampayo, “Ciganinha Ciganinha”, dele próprio, “Laços de falsidade”, de Leonardo, “Despedida de um caboclo”, dele próprio, e “Cidade morena”, de Nhô Pai e Riellinho.  Em 1987 formou a dupla Manoelito Nunes e Nazaré, e gravou um disco em 1987, com as faixas “Nada de chorar”, dele com João A. Barbosa, “Colarinho branco”, dele com Cláudio Balestro, “Carinho”, dele com Nazaré-Israel Cabeleireiro, “Resto de amor”, dele com Maracaí e João Batista Alves, “Frente a frente”, dele com Jota dos Santos, “Isso que é vida”, dele com Nina Santos e Israel Cabeleireiro, “Coisa linda”, dele com Nina Santos, “Cara amarrada”, dele com Israel Cabeleireiro, “Nervos de aço”, de Lupicínio Rodrigues, “Delírio”, dele com Apolinário e Lina Dornela, “Diga”, dele próprio, e “Meu mundo lindo”, dele com Marcos Turollae João Salvador. Na mesma época, gravou um disco com a dupla Manoelito Nunes e Flávio Mattes, “Lá vem o homem”, com as músicas “Pelo tanto que eu gosto de você”, dele com Flavio Mattes, “Lá vem o homem”, dele com Nina Santos, “Mil emoções”, dele com Nina Santos e Julyano Max, “O bom samaritano”, dele com Walfrido Gomes de Sá, “Acorrentados”, uma versão de Genival de Mello para uma música de Carlos Arturo Briz, “Nosso momento”, dele próprio com Assuncion, “Filho de mãe solteira”, de Flavio Mattes e Velho Milongueiro, “Depois de te amar”, dele com Julyano Max, “Esquece coração”, de Flavio Mattes e Julyano Max, e “Nosso primeiro encontro”, de Flavio Mattes e Julyano Max.  A partir de 1990, seguiu carreira solo, mas o seu primeiro disco só foi lançado em 2009, o CD “Fio de esperança”, pela Gravadora Tocantins, com composições suas como “Graças a Deus", "O bom samaritano" e "Obrigado mãe". Além de cantar, produziu e promoveu shows, sempre no meio sertanejo.  Ao longo da carreira, como compositor, teve cerca de 850 composições gravadas por diversos cantores, duplas e trios sertanejos.

Informações biográfica: Dicionário Cravo Albin

Abaixo, algumas das composições de Manoelito Nunes

  • A Pancada da Verdade (Manoelito Nunes e Nina Santos) João Mulato e Pardinho (1992)
  • Amigo BOLERO JOVEM (Manoelito Nunes-Dalvan) Duduca e Dalvan (1983) Espinheira
  • Amor de Brinquedo (Manoelito Nunes) Valderi e Mizael (1977)
  • Arvore Velha (Manoelito Nunes e Donizete Silva Pinto) Jacó e Jacozinho (1981)
  • Bom Dia Trabalhador (Manoelito Nunes) Nenem e Itamar (1981)
  • Braços Abertos (Manoelito Nunes, Nina Santos e Duduca) Duduca e Dalvan (1984)
  • Caminhos da Solidão (Manoelito Nunes e Bida) Matogrosso e Mathias (1982)
  • Canarinho Dobrador (Manoelito Nunes e Didi) Donizeti (1982)
  • Carinho (Manoelito Nunes Nazareth Israel Cabeleleiro) Palhares e Pioneiro (1990)
  • Carta de Um Jovem Triste (Manoelito Nunes) Cézar e Paulinho (1986)
  • Casinha Branca (Manoelito Nunes) Simão e Sabino (1979)
  • Convivência (Manoelito Nunes e Maracaí) Simão e Sabino (1985)
  • Coração Teimoso (Manoelito Nunes e Elias Miranda) Juracy e Marcito
  • De Braços Abertos BALADA (Manoelito Nunes-Nina Santos-Duduca) Duduca e Dalvan (1983)
  • Decisão (Manoelito Nunes) Nenem e Itamar (1981)
  • Doutor em Paixão (Manoelito Nunes e Jacó) Nenem e Itamar (1981)
  • Duas Estradas (Manoelito Nunes e Maracaí) Jacó e Jacozito (1991)
  • Enchente de Paixão (Manoelito Nunes, João A. Barbosa e Duduca) Chitãozinho e Xororó (1991)
  • Encontro Divino (Manoelito Nunes, Nina Santos e Mizael) Valderi e Mizael (1984)
  • Espinheira (Manoelito Nunes-Dalvan) Duduca e Dalvan (1983) Espinheira
  • Está Faltando Arroz na Lata (Manoelito Nunes, Raul e Marazul) Joaquim e Manuel (1994)
  • Estrada de Deus (Manoelito e Nunes) Joaquim e Manuel (1994)
  • Filho do Ferreirinha (Manoelito Nunes Centenario) Mulato, Calmon e Gauchito
  • Flor de Aquidauana (Francisco A. do Carmo e Manoelito Nunes) Valderi e Mizael (1977)
  • Grito de Vitoria (Manoelito Nunes e Joaquim e Manoel) Criolo e Juvenil (Grito de Vitória)
  • Luz do Nosso Querer (Manoelito Nunes e benedito Seviero) Valderi e Mizael (1980)
  • Meu Carinho (Manoelito Nunes e Duduca) Duduca e Dalvan (1986)
  • Meu Protesto (Tião Carreiro e Manoelito Nunes) José Antonio e Geraldo Negrão
  • Meus Desenganos (Manoelito Nunes e Maracaí) João Mulato e Douradinho (1989)
  • Meus Desenganos (Manoelito Nunes e Maracaí) Os Dois Mineiros (Vol.4)
  • Moda do Outro (Manoelito Nunes, Nina Santos e Mizael) Valderi e Mizael (1984)
  • O Carpideiro (Manoelito Nunes e Duduca) Duduca e Dalvan (1986)
  • O Divórcio (Manoelito Nunes) Valderi e Mizael (1977)
  • O Filho do Ferreirinha (Manoelito Nunes e Maracaí) Ed Marques e Alessandro
  • O Menino Que Falou Com Deus (Manoelito Nunes e Didi) Donizeti (1982)
  • O Pedaço da Cruz (Manoelito Nunes e Parentino) Craveiro e Cravinho (1986)
  • O Sonhador (Manoelito Nunes Matogrosso) Matogrosso e Mathias (1999)
  • Olho de Vidro (Manoelito Nunes, João Batista e Mizael) Trindade e Samuel
  • Olhos Sonhadores (Manoelito Nunes e Mizael) Valderi e Mizael (1984)
  • Pagode do Tubarão (Manoelito Nunes e Nina Santos) João Mulato e Pardinho (1992)
  • Pensando Em Ti (Manoelito Nunes) João Paulo e Daniel (1987)
  • Pobre Menina Rica (Manoelito Nunes e Alcino Alves) Teodoro e Sampaio (1984)
  • Pobre Menina Rica (Manoelito Nunes e Joaquim) Joaquim e Manuel (1994)
  • Prisoneiro da Saudade (Manoelito Nunes e Jorge Silva) Joaquim e Manuel (1985)
  • Quem Tirou Você de Mim (Manoelito Nunes) Joaquim e Manuel (1994)
  • Rastro na Areia (José Spera, Manoelito Nunes e Mizael) Ouro Preto e Boiadeiro
  • Rastros Na Areia BALADA (Manoelito Nunes-Mizael) Duduca e Dalvan (1983) Anistia de Amor
  • Rastros Na Areia (José Espera-Manoelito Nunes-Mizael) Alberto Cabañas e Mizael (1995)
  • Rastros na Areia (Padre Zesinho, Manoelito Nunes e Mizael) Valderi e Mizael
  • Receita de Amor (Dalvan e Manoelito Nunes) Duduca e Dalvan (1986)
  • Rei da Madrugada (Manoelito Nunes e Nina Santos) João Mulato e Douradinho (1986)
  • Rio Bonito (Manoelito Nunes e Nina Santos) Matogrosso e Mathias (1991)
  • Senhora (Jorge Silva e Manoelito Nunes) Joaquim e Manoel (1980)
  • Sonho de Um Caipira (Manoelito Nunes e Toni Gomide) Matogrosso e Mathias (1982)
  • Tantas Lágrimas (Manoelito Nunes e Israel Cabelereiro) Mattão e Monteiro (1987)
  • Terreninho (Manoelito Nunes, Amaraí e Paulinho) Cézar e Paulinho (1992)
  • Trabalho Perdido (Mathias e Manoelito Nunes) Matogrosso e Mathias (1980)
  • Tudo Pelos Ares (Manoelito Nunes e Dalvan) Duduca e Dalvan (1986)
  • Velha do Guarda-Chuva (Manoelito Nunes) Jacó e Jacozito (1991)

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Faísca, Labareda e Nhá Benta – Labareda e Parceiros

Faísca, Labareda e Nhá benta

 

Sertanejo - PTJ-10.034 (1959)

1. Mula Vermeia (Jaime Janeiro / Faísca)

Moda campeira

2. O Roubo Da Rosalina (Jaime Janeiro / Faísca)

Xote


Caboclo - CS-405 (1961)

1. Festa no Céu (Faísca / Labareda)

Cururu

2. Vida De Boêmio (Labareda / Sebastião Vito)

Tango


California - TC-1.331 (1962)

1. Mensagem da Noiva (Faísca / Nascim Filho)

Canção-rancheira

2. Baile no Terreiro (Labareda / Zé Russo)

Arrastapé


California - TC-1.398 (1963)

1. Linda Gauchita (Faísca / Benedito de Oliveira)

Rasqueado

2. Morena dos Olhos Verdes (Labareda / Lourival dos Santos)

Valsa


California - TC-1.479 (1964)

1. Prisioneira (Miranda / Labareda)

Canção-rancheira

2. Falso Amigo (José Ribeiro / Faísca)

Guarânia

Informações: http://www.memoriamusical.com.br

DOWNLOAD

Gostaria de receber informações sobre esse grande e saudoso trio. As únicas informações que tenho é sobre o Labareda, o Elzio Joaquim da Silva, que nasceu em 14 de janeiro de 1936, em Cachoeira de Minas em 14 de junho de 1936 e faleceu em 10 de abril de 2014.

O Labareda, também gravou dois LPS, um com o João Goiano (1975) e Outro com o Luciano (1986)

Joo-Goiano-e-Labareda-Capa_thumb1Joo-Goiano-e-Labareda-Contracapa_thu

1. Casinha Branca
(João Goiano / L. Moreira)
2. Segredo de Deus
(João Goiano / Antônio Bueno)
3. Seresteiro
(Labareda / Antônio Prado)
4. Parada Dura
(Viana / João Goiano)
5. Berrante Goiano
(Labareda / Faísca)
6. Alô Pro Nordeste
(Carreirinho / João Goiano)
7. Saudade de Minas Gerais
(Labareda / Faísca)
8. Cinco Letras
(João Goiano / Vicente Simionato)
9. Árvore das Lágrimas
(João Goiano / José Fortuna)
10. O Beijo e a Rosa
(João Goiano / Viana)
11. Cantando de Norte a Sul
(Labareda)
12. Homenagem a Zé Carreiro
(Labareda / Carreirinho)

luciano_labareda_rosa_thumb1

ROSA ENCARNADA
(1986) Colonial CLP 70034
Luciano e Labareda
1. Mensagem da Noiva
(Faísca / Nascim Filho)
2. Meu Pedido
(B. Amorim / Platinese)
3. Hino de São João da Boa Vista
(Lucila M. Astolpho / Fábio de C. Noronha)
4. Saudade de Minha Terra
(Goiá / Belmonte)
5. Flor Cobiçada
(Sulino / Anacleto Rosas Júnior)
6. Moçada da Cidade
(Nhô Belarmino / Capitão Furtado)
7. Felicidade de Caboclo
(Pechincha / Gino Alves)
8. Morena dos Olhos Verdes
(Labareda / Lourival dos Santos)
9. Moça Namoradeira
(Teddy Vieira / Sulino)
10. Quando a Lua Vem Surgindo
(Sulino / José Fortuna)
11. Rosa Encarnada
(Mauro Pires / Everaldo Ferraz)
12. Festa No Céu
(Faísca / Labareda)

Informações pelo email slf.camargo@gmail.com

Morreu Nardeli, do Trio Nenete, Dorinho e Nardeli

clip_image001

Nenete, Dorinhoi e Nardeli

Faleceu, hoje, em Bauru, onde residia, Antonio Onofre Figueiredo, o Nardeli, do Inesquecível Trio “Nenete, Dorinho e Nardeli” O Corpo do Nardeli está sendo velado no Memorial Bauru, onde será sepultado, hoje, as 17h00.

À família, aos amigos e fãs do Nardeli, nosso mais profundo Sentimento. Perdemos mais um dos Maiores Sanfoneiros Sertanejos de todos os tempos.

Saiba mais sobre a biografia do Trio no Site Recanto Caipira

Tião Camargo

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Programa Saudade Sertaneja 09 de 17 de maio de 2014

Ipê Amarelo

O ipê-amarelo-da-serra (Tabebuia alba (Cham.) Sandwith) é uma árvore brasileira, heliófita, secundária inicial, nativa da Mata Atlântica (floresta ombrófila densa e floresta estacional semidecidual). Outros nomes populares: ipê-ouro, ipê-amarelo, ipê-da-serra, ipê, aipê, ipê-branco, ipê-mamono, ipê-mandioca, ipê-pardo, ipê-vacariano, ipê-tabaco, ipê-do-cerrado, ipê-dourado, ipezeiro, pau-d’arco-amarelo, taipoca.
O Brasil é o único país do mundo batizado em função de uma árvore e parece incrível, mas a árvore que deu nome ao nosso país, só foi reconhecida como Árvore Nacional cinco séculos após o descobrimento.
Em 1972 foi realizado um substituto do projeto que fica no "esquecimento" e somente em 1978 o Pau-brasil foi declarado oficialmente "árvore nacional" pela lei n.º 6.607. A mesma lei instituiu o dia 3 de maio como o Dia do Pau-Brasil, e a flor do Ipê-amarelo como "flor nacional"

Para os que têm o prazer de andar pelas estradas na região sudeste, já é possível ver maravilhas como essa

http://www.teckler.com/pt/didi/Ip%C3%AA-amarelo-112745

Saudade Sertaneja 09 de 17 de maio de 2014

  1. Meu Pequeno Território (Tião Camargo, Melodia de Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (1993)
  2. Bouquet de Flores (Carreirinho) Zé Mulato e Cassiano (1978) Zé Carreiro e Carreirinho em 1961
  3. A Pancada da Verdade (Manoelito Nunes e Nina Santos) João Mulato e Pardinho (1992)
  4. As Flores do Lago (José Fortuna e Paraíso) Eli Silva e Zé Goiano (1994)
  5. Bom Brasileiro (Zé Mulato e Cassiano) Zé Mulato e Cassiano (1979)
  6. Metade de Ti (Praense e João Mulato) João Mulato e Pardinho (1992)
  7. Rosa, Mulher e Viola (Moacyr dos Santos e Paraíso) Eli Silva e Zé Goiano (1996)
  8. Tarde no Sertão (Zé Mulato) Zé Mulato e Cassiano (1980)
  9. Pagode do Tubarão (Manoelito Nunes e Nina Santos) João Mulato e Pardinho (1992)
  10. Migalhas de Amor (Léo Canhoto) Eli Silva e Zé Goiano (1998) T. Carreiro e Pardinho em 1967
  11. Diário do Caipira (Zé Mulato) Zé Mulato e Cassiano (1981)
  12. Intervenção Divina (João Mulato e Jesus Belmiro) João Mulato e Pardinho (1993)
  13. Meu Sitiozinho (Tião Camargo e Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (2001)
  14. Proparoesquisítono (Zé Mulato e Cassiano) Zé Mulato e Cassiano (1984) Regravada em 1997
  15. Contrastes (Cláudio Balestro e Praense) João Mulato e Pardinho (1993) Peão do Vale e Praense em 1989
  16. Adeus Mocidade (Erlon Valentim Vieira e Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (2001, 2005)
  17. Lembrança de Carreiro (Antonio Victor) Zé Mulato e Cassiano (1997)
  18. Janela da Vida (Paraíso e J. J. Barretos) João Mulato e Pardinho (1994)
  19. Cortina do Mundo (Valdemar Reis e Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (2002, 2006)
  20. Cinquentão (Zé Mulato e Cassiano) Zé Mulato e Cassiano (1999)
  21. Pagode Quente (Lourival dos Santos, Zé Batuta e Toninho Bauru) João Mulato e Pardinho (1994)
  22. Saudade e Solidão (Tião Camargo e Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (2004)
  23. Mágoa de Cantador (Zé Mulato e Cassiano) Zé Mulato e Cassiano (2001)
  24. Capiau (José Caetano Erba e Tião do Carro) João Mulato e Pardinho (1996) Zé Matão e Matãozinho em 1982
  25. A Chamada do Ponteiro (Tenente Machado e Durvalino Morales) Eli Silva e Zé Goiano (2004)
  26. Vidinha de Caipira (Zé Mulato e João Pinheiro) Zé Mulato e Cassiano (2006)
  27. Monumento de Paixão (João Mulato e Praense) João Mulato e Pardinho (1996)
  28. Paixão Desenfreada (Praense e Eli Silva) Eli Silva e Zé Goiano (2006) Zico e Zeca em 1999, Ronaldo Viola e Praiano em 2003
  29. Ciência Matuta (Zé Mulato) Zé Mulato e Cassiano
  30. Jornal Redondo (Lourival dos Santos, Zé Batuta e Toninho Bauru) João Mulato e Pardinho (1996)

download

Programa editado para rádios

Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 01
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 02
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 03
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 04
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 05
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 06
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 07
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 08
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 09
Saudade Sertaneja 09 (17.05.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 10

download

Esse programa somente pode ser executado em emissoras de rádio com autorização de seu produtor slf.camargo@gmail.com

terça-feira, 22 de julho de 2014

Morre “Rei do Gado” da Dupla Zé da Braca e Rei do gado

Zé da Barca e Rei do Gado

Foto do Blog Saudade Sertaneja. Na foto, o Rei do Gado é o primeiro em destauqe.

O Rei do Gado “Mirtão” faleceu ontem às 23h00, está sendo velado no Centro Velatório Terra e será sepultado, hoje, às 16h00, aqui em Bauru.

Aos amigos e familiares do Mirtão, a homenagem e sentimentos de todos do blog Saudade Sertaneja e Clube da Viola de Bauru.

Tião Camargo

Os irmãos José Wilson Aguiar dos Santos, o Zé da Barca, e Milton Benedito Aguiar dos Santos, o Rei do Gado, nasceram no Distrito de Iguatemi, município de Jaú, Estado de São Paulo. Começaram a aprender tocar e cantar quando ainda eram meninos.

Em 1953, formaram a dupla Sanhaço e Canarinho e passaram a se apresentar na Rádio de Ibitinga, num programa de auditório, patrocinado pela Casa Sebastião Sayão e em circos da região, como Circo do Zé da Breca. Saiba mais no blog Saudade Sertaneja