Fotos recolhidas da net

Seguidores

Play Rádio saudade

Carregando ...

Banner

Ponto de Cultura de Bauru[3]

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Programa Saudade Sertaneja 05 – Especial Dino Franco

Saudade Sertaneja 05

  1. Peão de Minas (Zé Claudino e Anacleto Rosas Jr.) Tibagi e Pirassununga ''Dino Franco'' (1959)
  2. Mineiro Não Dorme de Botina (Aldo Reis, Juquinha e Criolo) Juquinha e Junqueira ''Dino Franco'' (1959)
  3. Mineiro Não Perde o Trem (Silveira e Juquinha) Juquinha e Junqueira ''Dino Franco'' (1960)
  4. Paineira Velha (Pirassununga e Juquinha) Juquinha e Junqueira (1961)
  5. Capricho do Destino (Dino Franco) Pirassununga ''Dino Franco'' e Piratininga (1963)
  6. Juramento (Dino Franco e Sebastião Vitor) Pirassununga ''Dino Franco'' e Piratininga (1963)
  7. Bandeirante Fernão (Carreirinho e João Caboclo) Pirassununga ''Dino Franco'' e Piratininga (1963)
  8. Fronha (Anacleto Rosas Jr e Belmonte) Belmonte, Pirassununga e Zé Maringa (1965)
  9. Coração de Fera (Dino Franco e Piratininga) Pirassununga ''Dino Franco'' e Piratininga (1963)
  10. Derradeira Morada (Pirassununga ''Dino Franco'') Liu e Léu (1963 e 1970) Grav. por Tiao Carreiro e Pardinho com nome de Meu Passado, 1973
  11. Chão de Espinho (Manuel Bruno Linhares e Tupy) Dino Franco (1968)
  12. Natureza (Dino Franco) Abel e Caim (1968, 1970)
  13. Amargurado (Tião Carreiro e Dino Franco) Tião Carreiro e Pardinho (1972 e 1979)
  14. Meu Ranchinho (Sebastião Victor e Dino Franco) Liu e Léu (1980) 1ª Grav. foi em 1972
  15. Homem Valente (Edward de Marchi) Biá e Dino Franco (1973 )
  16. Antiga Moradia (Dino Franco) Biá e Dino Franco (1973)
  17. A Sementinha (Itapuã e Dino Franco) Biá e Dino Franco (1974)
  18. Travessia do Araguaia (Dino Franco e Décio dos Santos) Biá e Dino Franco (1975)
  19. Pedaço de Poema (Flávio Mattes e Milongueiro) Biá e Dino Franco (1977)
  20. Capelinha do Chico Mineiro (Teddy Vieira e Biguá) Zico e Zeca ''Dino Franco'' (1977, 2001)
  21. Caçador do Ivinhema (Dino Franco e Tião Carreiro) Tião Carreiro e Pardinho (1977)
  22. Perdoa-me (Dino Franco) Dino Franco e Seu Mariachi (1979)
  23. Sertanejo Sem Mistura (Dino Franco e Nhô Neco) Dino Franco e Mouraí (1981)
  24. Caboclo na Cidade (Nhô Chico e Dino Franco) Dino Franco e Mouraí (1982)
  25. Cheiro de Relva (Dino Franco e José Fortuna) Dino Franco e Mouraí (1983)
  26. Casa Pobre (Dino Franco) Dino Franco e Mouraí (1984)
  27. Pousada de Boiadeiro (Dino Franco e Tião Carreiro) Tião Carreiro e Pardinho (1984)
  28. Linha Reta (Dino Franco e Nhô Chico) Dino Franco e Mouraí (1986)
  29. Flores do Meu Caminho (Dino Franco) Dino Franco e Fandangueiro (2007)
  30. Velho Timoneiro (Ademar Braga-Dino Franco) Parreira e Rei do Valle (2011)

DOWNLOAD

Editados para veiculação em emissoras de rádio. Para veiculação, é preciso solicitar autorização através do email clubedavioladebauru@gmail.com

  1. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 01
  2. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 02
  3. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 03
  4. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 04
  5. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 05
  6. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 06
  7. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 07
  8. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 08
  9. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 09
  10. Saudade Sertaneja 05, Tião Camargo, Bauru, Bloco 10

DOWNLOAD

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Zico Dias e Ferrinho

cornelio_pires_violeiros

Atendendo a diversos pedidos, estamos repostando o álbum e a biografia de Zico Dias e Ferrerinha. Os álbuns antigos foram excluídos por estarem com os links quebrados. Tião Camargo

Foto histórica de 1929, vendo-se da esquerda para a direita, em pé: Ferrinho, empunhando a "puíta", Sebastião Ortiz de Camargo (Sebastiãozinho), Caçula, Arlindo Santana; sentados: Mariano, Cornélio Pires e Zico Dias.

ZICO DIAS E FERRINHO

  1. A Moça Namoradeira (Zico Dias e Ferrinho) 1929
  2. Bairrinho Revoltoso (Zico Dias e Ferrinho) 1932
  3. Dois Amô Se Que Bem (Zico Dias e Ferrinho) 1932
  4. Eu Fui Passear na Cidade (Zico Dias e Ferrinho) 1932
  5. Mais Vale um Gosto (Zico e Ferrinho) 1934
  6. Marica Chorando (Zico e Ferrinho) 1934
  7. O Andar da Morena (Zico Dias e Ferrinho) 1932
  8. O Bairro do Lambary (Zico Dias e Ferrinho) 1931
  9. O Meu Amô Mandô Dizê (Zico Dias e Ferrinho) 1931
  10. Que Moça Bonita (Zico Dias e Ferrinho) 1934
  11. Uma Flor que já Muchô (Zico e Ferrinho) 1933
  12. Vida de Violeiro (Zico e Ferrinho) 1933

DOWNLOAD

Através dessas informações que vamos obtendo sobre as origens das pioneiras, podemos concluir que o triângulo formado com vértices nas cidades de Botucatu, Piracicaba e Sorocaba, é o berço da Música Caipira. Essa é minha opinião particular (Tião Camargo)

Zico Dias - João Dias Rodrigues Filho - Piracicaba, SP
Ferrinho - Piracicaba, SP.

(Infelizmente, não temos o nome verdadeiro do Ferrinho)

Nascidos no interior paulista, eram o que se poderia chamar de caipiras autênticos. Zico Dias foi motorista e Ferrinho trabalhador agrícola. Era uma dupla especializada em gêneros tipicamente rurais. Participaram da primeira Turma Caipira formada no final dos anos 1920, por Cornélio Pires, o pioneiro da música caipira, com artistas rurais da região de Piracicaba.

Participavam, ainda, da Turma Caipira, Arlindo Santana, Caçula, Mariano, Sebastião Ortiz e Sorocabinha. A primeira vez que a Turma Caipira se reuniu foi em 1924, para apresentações em São Paulo. Em 1929, a Turma tornou a se reunir para apresentações no Rio de Janeiro. No mesmo ano, saíram as séries de disco de Cornélio Pires com o selo Colúmbia

Zico Dias e Ferrinho gravaram com a Turma Caipira e Cornélio Pires, as composições "Desafio de caipiras", "O verdadeiro samba paulista" e a cana-verde cururu "Danças regionais paulistas". A dupla Zico Dias e Ferrinho foi uma das pioneiras na gravação de discos, uma vez que após as gravações da série de Cornélio Pires, pela Columbia, a RCA Victor lançou a Turma Caipira Victor, e em seguida foram lançados os discos de Zico Dias e Ferrinho.

Em 1930, lançaram seu primeiro disco pela gravadora Victor, interpretando a moda de viola "Vou fazer um barquinho" e a dança típica "Cururu", ambos temas de domínio público. No mesmo ano, lançaram as primeiras composições de autoria da dupla, as modas de viola "Revolução de Getúlio Vargas" e "A morte de João Pessoa", composições onde realizavam verdadeiras crônicas de seu tempo, uma vez que naquele ano desenrolou-se a chamada Revolução de 30, na qual a morte do então governador paraíbano João Pessoa teve grande importância nos rumos do movimento revolucionário liderado entre outros, por Getúlio Vargas.
Em 1931, lançaram as modas de viola "Adeus Campinas das flores", "Os canários estão cantando" e "As moças de agora", entre outras, nas quais retratavam aspectos cotidianos e comportamentais da época, além de vivências da vida do interior.
Fiéis ao seu estilo, gravaram em 1932, entre outras, a moda de viola "Fui passear na cidade". No mesmo ano, gravaram, ainda de sua autoria, o cururu "Beiço de marmelada" e o cateretê "Bate pé".

Em 1933, gravaram a moda de viola, "Vida de violeiro", também de autoria da dupla.
Em 1934, gravaram "Cururu paulista", e as modas de viola "Quando Deus criou o mundo" e "Eu já soube por notíçia", entre outras.
Em 1935, gravaram, entre outras, as modas de viola "Que moça bonita" e "A moça namoradeira".

A dupla foi juntamente com Antenógenes Silva, Mariano e Caçula, Mandy e Sorocabinha, Laureano e Soares, Olegário e Lourenço e Raul Torres, uns dos artistas sertanejos mais prestigiados do início dos anos 1930, começo da música caipira. Apenas gravaram, afora as duas primeiras gravações de domínio público, composições da própria autoria da dupla, em sua maioria, modas de viola.

No livro "A música popular brasileira na vitrola de Mário de Andrade", organizado por Flávia Camargo Toni, publicado em 2004, a pesquisadora aventa a possibilidade de Mário de Andrade ter, de alguma forma, colaborado para que a dupla gravasse na RCA Victor e mostra uma moda-de-viola composta por Zico Dias dedicada a Mário, na qual o cantor comenta o prazer da dupla em ter cantado para o escritor em evento na casa de alguém: ("...Cantei para Mário de Andrade/ Os meus versos derradeiros/ Eu tive gosto em cantar/ Pro maior crítico brasileiro").

A composição foi registrada em carta de Zico Dias endereçada a Paulo Magalhães, amigo do escritor, com a seguinte finalização: "Ao senhor Paulo e Sr. Mário, um caboclo ás ordens".

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Programa Saudade Sertaneja 04, 12/04/2014

860075-185678-1280

  1. A Moça do Retrato (Passarinho e Dadá) Zé Tapera e Teodoro (1970)
  2. Canta Pássaro Preto (Luiz de Castro e Cláudio Rodante) Vieira e Vieirinha (1971)
  3. Companheiro do Ferreirinha (Pinheirinho e Germano Galdino) Zé Carreiro e Carreirinho (1956)
  4. Flor do Ipê (Djalma, André e Andrade) André e Andrade (1983)
  5. Canoeira Do Araguaia (Albertino Soares-André-Andrade) Irmãs Freitas e Machadinho (1978 e 1983)
  6. Bandeirante Fernão (Carreirinho, Ado Benatti e Campos Negreiros) Dino Franco e Mouraí (1986)
  7. Espelho da Vida (Zé Carreiro e Carreirinho) Zita Carreiro e Carreirinho (1981, grav. por Z.Carreiro e Carreirinho em 1961)
  8. Batalha Vencida (Sulino, Quintino Eliseu e Altimar) Sulino e Marrueiro (1969)
  9. Boi de Carro (Tinoco e Anacleto Rosas Jr.) Tonico e Tinoco (1964, 1978 e 1982 em 1964 CD) 1ª grav. em 1951
  10. Lembranças Que o Tempo Não Apaga (Luiz de Castro e Jeca Mineiro) Jeca Mineiro e Luizinho
  11. Ditado Sertanejo (Carreirinho e Guimarães de Faria) Tião Carreiro e Pardinho (1967) 1ª grav. em 1963 Zé do Carro e Carreirinho
  12. Despedida de Solteiro (Zé Carreiro e José Fortuna) Zé Carreiro e Carreirinho (1959) 1ª foi em 1955
  13. Gente do Sertão (Benedito Seviero e Roberto Nunes) Simão e Sabino (1992)
  14. Lua Nova (J. Rodrigues e Patriarca) João Mendes e Patriarca
  15. Vou Buscar a Mineira (Miltom Aguiar) Irmãos Falseti “Armando e Arlindo” 1959 Cateretê
  16. Castelo de Areia (Carreirinho) Souza e Monteiro (1956)
  17. Catimbau (Teddy Vieira e Carreirinho) Liu e Léu (1963 e 1970)
  18. Saudade de Matão (Raul Torres, Jorge Gallati e Antnógenes Silva) Mariano da Silva e Serrinha (1937)
  19. Meu Pequeno Território (Tião Camargo, Melodia de Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (1993)
  20. Minhas Lágrimas (Souza Moreno) João Mendes e Patriarca
  21. Eu e a Lua (Tonico e Tinoco) Tonico e Tinoco (1958)
  22. Maquina Do Tempo (Zé Da Praia-Hercules) Juliano e Jardel (1981)
  23. Defendendo o Que é Nosso (Délio e Delinha) Délio e Delinha (1960, LP)
  24. Gancho de Madeira (Altevir e Messias Gisse) Simão e Sabino (1985)
  25. Passado de Um Boiadeiro (Albertino Soares da Costa e Andrade) André e Andrade (1983)
  26. Facão de Penacho (Piraci e Lourival dos Santos) Tonico e Tinoco (1955 somente 78 rpm)
  27. Saudade Sertaneja (Tião Camargo e Zé Goiano) Eli Silva e Zé Goiano (1993)
  28. Morena de Araraquara (Sulino e Moacyr dos Santos) Irmãos Falseti (1961)
  29. A Viola e o Violeiro (Tião Carreiro e Lourival dos Santos) Tião Carreiro e Carreirinho (1962, 1962)
  30. Tirana Ingrata (Roque José de Almeida e Vieirinha) Vieira e Vieirinha (1963)

DOWNLOAD

Abaixo, o programa editado, protinho para as rádio.

Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 01, Abertura
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 02
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 03
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 04
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 05
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 06
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 07
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 08
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 09
Saudade Sertaneja (05.04.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 10, Encerramento

DOWNLOAD

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Morre Dino Franco

dfr

Perdemos o maior Artista Sertanejo de todos os tempos. Morreu hoje, as 11 horas, na cidade de Rancharia, o Grande Dino Franco.

Osvaldo Franco (Dino Franco) nasceu em 08 de setembro de 1936, na cidade paulista de Paranapanema.

Desde muito cedo se inclinou para a vida artística. Em 1954 já trabnalhava na Rádio Marconi de Paraguaçu Paulista. Dois anos após, em 1956, estava na Capital e cantou com Tibagi (da dupla com Miltinho). Nessa época Dino Franco tinha o nome artístico de Pirassununga.

A parceria com Tibagi foi desfeita. Dino arruma um novo parceiro e deixa de ser o Pirassununga para se tornar o Junqueira da nova dupla Juquinha e Junqueira. A união desses cantadores durou apenas dois anos.
Em 1963 retorna com o antigo nome (Pirassununga) e faz dupla com Piratininga.

Gravam para a CBS e posteriormente para a Continental. Essa dupla também foi desfeita, só que dessa vez, com a morte de seu novo companheiro.
Como sempre, Dino Franco consegue outro parceiro: Belmonte.

Pirassununga e Belmonte gravaram na Chantecler, acompanhados pelo sanfoneiro Zé Maringá. A parceria com Belmonte também se desfez.

O poeta violeiro não desanimou. Dino Franco começou a viajar com duplas famosas da época, fazendo parte da companhia teatral, tais como: Zico e Zéca, Liu e Léu, e Abel e Caim.

Biografia completa de Dino Franco no site Recanto Caipira

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Programa Saudade Sertaneja 03, 2014

430880_375672992526920_1122095726_n

Estamos disponibilizando, separadamente, as música e os 10 blocos já editados prontos para serem veiculados em qualquer emissora de rádio web, FM ou AM os links do programa editado e das músicas separadamente. O link do programa editado deve ser solicitado através do email slf.camargo@gmail.com. Para tocar nas rádios não há necessidade de baixar as músicas, elas já estão inseridas ns sequência correta nos devidos blocos.

  1. Alvorecer do Sertão (W. Vioblaque Cavalcanti) - Cascatinha e Inhana (1962)
  2. Caco De Vidro (João Pacífico) - Duo Glacial (1975) - Miguel e Mariazinha
  3. Caboclo Decidido (Serrinha) - Serrinha e Caboclinho (1956)
  4. Minha Terra Minas Gerais (Zé do Rancho e Messias Víctor dos Reis) - Duo Ciriema (1983)
  5. Aquela Carta (Serrinha e Nízio) - Nízio e Nézio (1957)
  6. Cruel Destino (Carreirinho) - Zé Carreiro e Carreirinho (1959) 1 ª foi em 1952
  7. Lua na Roça (Elpídio dos Santos e Padua Muniz) - Duo Brasil Moreno (1955)
  8. Evolução (Tião do Carro e Zé Matão) Salvador e Samuel (1979, CD 30 Anos)
  9. Eterna Ilusão (Ademar Braga-Douradinho) - Tubarão e Douradinho (1962)
  10. Violão Amigo (Arlindo Pinto e Priminho) - Irmãs Castro (1956)
  11. Pensão Boiadeira (Benedito Seviero e Tomaz) - Faceiro e Fascinante (1987)
  12. Canoeiro Apaixonado (Serrinha e Zé do Rancho) - Zé do Rancho e Zé do Pinho (1980)
  13. Mais Um Espinho (Sulino) - Irmãs Souza (1962)
  14. Baile de Barraca (Moacyr dos Santos e Jacozinho) Jacó e Jacozinho (1975)
  15. A Sanfona e o Violão (José Fortuna e Pitangueira) - Zé Fortuna e Pitangueira (1966)
  16. Lago azul (Francisco Lacerda e Ricardo Jardim) - Irmãs Maria (1961)
  17. Canto Prá Não Chorar (Tonico e Tinoco) - Tonico e Tinoco (1953 somente 78 rpm)
  18. A Morte da Italianinha (Serrinha) - Zico e Zeca (1955)
  19. Saudades da Infância (Luiz de Castro) - Lourenço e Lourival (1969) Poema ''Meus Oito Anos'' Cassemiro de Abreu 1956
  20. Fumo Forte (Carreirinho e Isaias Vieira) - Vieira e Vieirinha (1986, último disco da dupla)
  21. Lembrança de Carreiro (Antonio Victor) - Zé Mulato e Cassiano (1997)
  22. Me Leva (Priminho e Elpídio dos Santos) - Pininha e Verinha (1959)
  23. Morada Pioneira (Sulino e Dr. Antonio Carlos da Silva) - Galante e Marinho (1981)
  24. Barco Sem Destino (Zé Carreiro e Carreirinho) - Zé Carreiro e Carreirinho (1960)
  25. Cantigas da Minha Terra (Jobert de Carvalho) - Irmãs Galvão (1980)
  26. A Morte do Canoeiro (Anacleto Rosas Jr. e Patativa) - Tonico e Tinoco (1951)
  27. Última Viagem (Isaias Vieira e Altamiro Mendes) - Vieira e Vieirinha (1971 e 1986, último disco da dupla)
  28. Tá de Mal Comigo (Nhô Pai) - Duo Irmãs Celeste (1961)
  29. Botãozinho de Rosa (Osvaldo Rielli e Serrinha) - Serrinha e Caboclinho II (1971)
  30. Conselho (Zé do Rancho e Zé Cocão) - Serrinha e Zé do Rancho (1961)

DOWNLOAD MEDIAFIRE

BLOCOS DO PROGRAMAS EDITADOS PARA RÁDIOS

(solicitar link através do email slf.camargo@gmail.com)

Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 01, Abertura
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 02
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 03
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 04
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 05
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 06
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 07
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 08
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 09
Saudade Sertaneja (29.03.2014( Tião Camargto, Bauru, Bloco 10, Encerramento

6º Festival Carreirinho de Música raiz

6-¦Festival_Flyer_v1.0

quinta-feira, 27 de março de 2014

Programa Saudade Sertaneja 02, 2014

Saudade Sertaneja (4)

O programa Saudade Sertaneja, produzido e apresentado por Tião Camargo, atualmente veiculados nas rádios web Saudade Sertaneja do Clube da Viola de Bauru, Radio Viola de Ouro de Ribeirão Preto e Rádio Supersucesso.com.br de Campinas. O programa é divido em 10 blocos, cada um com 3 músicas. No início de cada bloco é apresentada uma pequena biografia ou alguma história da dupla que vai interpretar a primeira música do bloco. As demais músicas são apresentadas com mensões aos nomes dos intertérpretes, dos compositores e ano de gravação, além de alguma comentário, quando possível, sobre as mesmas.

Estamos disponibilizando, separadamente, as música e os 10 blocos já editados prontos para serem veiculados em qualquer emissora de rádio web, FM ou AM os links do programa editado e das músicas separadamente. O link do programa editado deve ser solicitado através do email slf.camargo@gmail.com. Para tocar nas rádios não há necessidade de baixar as músicas, elas já estão inseridas ns sequência correta nos devidos blocos.

  1. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 01, Abertura
  2. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 02

  3. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 03

  4. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 04

  5. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 05

  6. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 06

  7. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 07

  8. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 08

  9. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 09

  10. Saudade Sertaneja 02 (21.03.2014) Tião Camargo, Bauru, Bloco 10, Encerramento

DOWNLOAD – solicitar através do email: slf.camargo@gmail.com

  1. Punhal da Saudade (Sulino e Moacyr dos Santos) Sulino e Marrueiro (1962, 1974)
  2. Berrante Pantaneiro (Dino Franco e Hilde Moreira) Dino Franco e Mouraí (1981)
  3. Buquet de Flores (Teddy Vieira, Zé Carreiro e Carreirinho) Zé Carreiro e Carreirinho (Grav. 1961, Lanç. 1962)
  4. Catira da Ventania (Riachão, Riachinho e Osvaldo Aude) Riachão e Riachinho (1956)
  5. Resposta do Bombardeio (Celso Duarte e Moacyr dos Santos) Tião Carreiro e Pardinho (1957)
  6. Dona Saudade (Edward de Marchi) Liu e Léu (1965, 1976, 1979 e 1980)
  7. Minha Infância (Dino Franco) Lourenço e Lourival (1971)
  8. Flor do Céu (Zico e Zeca) Zico e Zeca (1957)
  9. O Milagre de Tambaú (Palmeira e Teddy Vieira) Palmeira e Biá (1955)
  10. Laço da Saudade (Jesus Belmiro e Cacique) Cacique e Pajé (1983)
  11. Minha Serenata (Santos Lima, Vs. Palmeira) Luizinho e Limeira e Zezinha (1962)
  12. Rancho de Palha (Tonico) Tonico e Tinoco (Com canto de pássaros, 1966 e 1972)
  13. Honra Ao Mérito (Zé do Rancho) Zé do Rancho e Zé do Pinho (1982)
  14. Adeus Mocidade (Lourival dos Santos, Milton José e Sebastião Victor) Vieira e Vieirinha
  15. Rancho de Saudade (Tuta e Leôncio) Leôncio e Leonel (1969) 1ª foi em 1962
  16. Passagem da Boiada (Elpídio dos Santos) Nelsinho e Diamante (1970)
  17. Guardarei Teu Coração (Pirassununga e Osvaldo Ribeiro) Zilo e Zalo (1968)
  18. Pião Viajado (Zulmiro e Felisbino Silva) Trio Gaúcho (1951)
  19. Descampado (José Béttio e Wilson Roncatti) Duo Glacial
  20. Mata Deserta (Craveiro e Cravinho) Irmãos Franco (1960) Craveiro e Cravinho
  21. A Vaquinha (José Fortuna, Carlos Cézar e Osvaldo Bettio) Trio Parada Dura (1980)
  22. A Capa do Viajante (Jacozinho e Piracaia) Jacó e Jacozinho (1964)
  23. Folha da Espada (Anísio José Teodoro e Vadico) Vadico e Vidoco (1961, 78 rpm) Moda de viola
  24. Do Lado Que o Vento Vai (Raul Torres) Raul Torres e Florêncio (1964)
  25. Berrante Assassino (Oscar Martins e João Correia Neto) Abel e Caim 1969, 1974, 1981 e 1988
  26. Céu de Goiás (Palmeira e Biá) Palmeira e Biá (1954)
  27. Cerveja Quente (Jesus Belmiro e João Mulato) João Mulato e Douradinho (1989)
  28. Céu de Tambaú (Moreninho) Moreno e Moreninho (1961)
  29. Ideal de Caboclo (Dino Franco e Ari Guardião) Zé Mineiro e Mirandinha (1977)
  30. Desejo Antigo (Ostecrino Lacerda) Pedro Bento e Zé da Estrada (Globo, Vol.3, 1982)

DOWNLOAD – 4shared

DOWNLOAD – mediafire